• AGESOLAR

    REPRESENTADO E PROMOVENDO O SETOR FOTOVOLTAICO GAÚCHO

    Veja Mais
  • ASSOCIE-SE!

    E CONHEÇA OS BENEFÍCIOS EM FAZER PARTE DESTA ORGANIZAÇÃO

    Veja Mais
  • ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

    SUSTENTABILIDADE - ECONOMIA - FONTE INFINITA

     

    Veja Mais

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

A energia é a base para que se possa utilizar fonte de luz, força e calor no mundo moderno. Ela está presente em quase tudo, sendo necessária para executar diversas atividades diárias, é quase impossível se imaginar sem energia nos tempos atuais. Todas as grandes inovações que desfrutamos foram criadas através da energia.


No entanto, a energia que todos conhecem e usam atualmente é gerada com componentes que agridem o meio ambiente, o que causa sérios impactos a natureza. É por isso que a energia solar tem sido tão eficaz, promovendo inúmeras vantagens, pois é criada usando fonte natural inesgotável que protegem o planeta e ainda gera economia.
Desta forma, a energia solar é a melhor alternativa neste milênio, sendo considerada a energia do futuro. Quer saber mais sobre como ela funciona?

Por que escolher a Energia Solar

Além de inúmeras vantagens ligadas a sustentabilidade é uma excelente opção de investimento para o século XXI.



Fonte inesgotavel

O sistema solar fotovoltaico utiliza uma energia renovável para geração de eletricidade. Sua fonte de geração de eletricidade é a energia solar, que é infinita e inesgotável.

Economia na sua Conta

Energia Solar gera economia de até 95% na conta de luz. Qualquer pessoa ou empresa pode fazer uso de fontes de energia alternativas.

Retorno Financeiro

O tempo de retorno do investimento em energia solar ou 'payback' representa o tempo necessário para que o custo de instalação se pague e, a partir de então, comece a dar lucro para o proprietário. Basicamente, para fazer este cálculo é necessário fazer o levantamento do custo total do investimento e dividi-lo pela economia proporcionada mensalmente.

Longa Vida Útil

A durabilidade do Kit de Energia Solar
A expectativa de vida útil e durabilidade dos painéis solares depende da garantia de cada fabricante. Entretanto é calculado, em média, um período de 25 anos.
Atualmente, com os constantes progressos tecnológicos, os painéis fabricados são mais robustos e têm maior durabilidade. Por isso, a perda de eficiência deles é muito pequena: os fabricantes garantem 90% da potência até o décimo segundo ano e 80% em 25 anos.

Eventos

  • III FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE ENERGIA COM FONTES RENOVÁVEIS

    20.11.2019


    Local -  Centro de Eventos FIERGS - Salão de Convenções

    Av. Assis Brasil, 8787 - Bairro Sarandi

    Porto Alegre/RS

    Inscrições gratuitas | Vagas limitadas

    Horário - 13h às 19h

     

    Mais informação - III FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE ENERGIA COM FONTES RENOVÁVEIS

     

    No dia 20 de novembro de 2019, a FIERGS, o IEL/RS, o SENAI/RS, o SEBRAE/RS e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, estarão promovendo a terceira edição do Fórum de Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis no RS, focando em Modernização e Modelos de Gestão.

    O Fórum deste ano tem por objetivo aprofundar os temas relativos às políticas de regulação, distribuição e estímulos a novos projetos, além da modernização do sistema de energia para as tecnologias para gestão e armazenamento, bem como cases de aplicação de modelos de negócios e soluções.


    Veja mais
    Intersolar Europe 2020

    17 a 19.06.2020


    Intersolar Europe 2020
    Data - 17 a 19 de junho 2020
    Horário - 13h às 20h

    Local - Messe München International Am Messeturm 4 München 
    Cidade - Munique 
    País - Alemanha

     

    Mais informação - Intersolar Europe

     

    Intersolar Europe é a maior feira da indústria solar a nível mundial. A feira oferece uma plataforma internacional para tecnologia solar, fotovoltaica e térmica solar. O lema da feira é "Connecting Solar Business" (Conectando o negócio solar)- Intersolar conecta pessoas e mercados.

    A feira facilita o intercambio de informação sobre produtos, mercados e serviços. 

    De forma paralela à feira, celebra-se a Intersolar Europe Conference. Neste evento, os especialistas têm a possibilidade de discutir sobre a atualidade do setor.  
     


    Veja mais
    ECOENERGY

    14 a 16.04.2020


    Feira e Congresso Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia

    Data - 14 a 16 de abril 2020
    Horário - 13h às 20h

    Local - São Paulo Expo
    Cidade - São Paulo
    País - Brasil

     

    Mais informação - Ecoenergy

     

    Sobre a Feira Ecoenergy


    Apresentando as últimas tecnologias, produtos e serviços para o setor de energias renováveis, a feira Ecoenergy – Feira e Congresso Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia – destaca-se pela diversidade de lançamentos e tendências oferecidos para o mercado, e em 2020 promete ser mais um sucesso de público e negócios.

     

    Organizada pela Cipa Fiera Milano, a feira Ecoenergy chega em sua 9ª edição, conhecida como uma plataforma de soluções voltadas para toda a cadeia produtiva de energia solar e eólica, biomassa, GTDC e painéis fotovoltaicos, tendo como objetivo promover o desenvolvimento do setor de fontes de energia sustentáveis, como: combustíveis gasosos, líquidos e sólidos, e também de energia geotérmica e hidroelétrica.

     

    Na área do conhecimento, acontecem os congressos Ecoenergy e Biomass Day, dos quais centenas de profissionais como engenheiros, instaladores, integradores, distribuidores e diretores do segmento e áreas correlatas participam, e ganham ainda mais força sendo ampliados com temas, cases e novidades referentes aos novos setores.


    Veja mais
  • Feira Solar-Tec

    03 a 05.11.2019


    Feira e Congresso Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia

    Data - 03 a 05 de novembro 2019
    Horário - 11h às 19h

    Local - Egypt International Exhibition Center
    Cidade - Cairo
    País - Egito

     

    Mais informações - Feira Solar-Tec

     

    A Solar-Tec, realizada sob o patrocínio do Ministério da Eletricidade e Energias Renováveis, é o principal evento em geração de energia e energia renovável.
    A Solar-Tec será o hub final para todos os fornecedores de energia renovável estarem sob o mesmo teto e fornecer todas as soluções e inovações de energia renovável a um pool de público-alvo e compradores.


    Veja mais

Últimas Notícias

Senador Luis Carlos Heinze trabalha junto a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para impedir a implantação de uma taxação nas energias sustentáveis em geração distribuída

O Senador Luis Carlos Heinze está trabalhando junto a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para impedir a implantação de uma taxação nas energias sustentáveis em geração distribuída. Pela regra atual, a energia gerada a mais pelo consumidor durante o dia é devolvida pela distribuidora, praticamente sem custo, para que ele consuma quando não está gerando a energia. Com a mudança proposta, o consumidor passará a pagar pelo uso da rede da distribuidora e também pelos encargos cobrados na conta de luz.

O parlamentar está articulado junto com outros senadores para impedir a medida e já solicitou uma audiência pública para tratar o tema em conjunto com as comissões de Agricultura, Ciência e Tecnologia e Serviços de Infraestrutura do Senado Federal. A audiência pública deverá ocorrer neste mês de novembro e contará com a presença dos seguintes órgãos e entidades:

- Ministério de Minas e Energia
- Ministério da Economia
- Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL
- Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES
- Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR
- Conselho Nacional de Consumidores de Energia Elétrica – CONACEN

#SenadorHeinze

 

 

Leia mais 
Deputados e setor de geração distribuída encaminharão documento à ANEEL rechaçando proposta de taxação da Energia Solar 

Se novas regras propostas pela Aneel entrarem em vigor, economia de quem gera energia própria pode reduzir em até 60%

A Frente Parlamentar da Indústria Gaúcha e representantes do Setor de Energia Distribuída encaminharão à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um documento rechaçando a atual proposta de alteração da Resolução Nº 482/2012, que regula a geração de energia fotovoltaica (painéis solares) no país. A decisão foi tomada durante reunião técnica realizada nesta segunda-feira (04), na Assembleia Legislativa.

Até o dia 30 de novembro, a Aneel manterá aberto um processo de Consulta Pública para avaliar mudanças no regramento do setor. A principal alteração cogitada é a criação de taxas para quem comercializa na rede a energia que sobra da produção. 

“Pelo que ouvimos na audiência pública, o encaminhamento que a Aneel está dando nessa questão é o pior possível. Esse documento deverá conter, primeiro, o pedido de prorrogação do prazo para a tomada de decisão. Em segundo lugar, faremos uma espécie de contraproposta à Aneel. Também pretendemos participar das discussões que estão ocorrendo em Brasília”, afirma o deputado Fábio Branco, que preside a Frente Parlamentar da Indústria. 

A discussão contou com representantes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), de universidades, da Federação das Indústrias do Estado (Fiergs), da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Agergs), da Agência Gaúcha de Energia Solar (Agesolar), do Sindicato das Empresas de Energia Eólica do Estado (Sindieólica) e de empresas do setor de energia distribuída.

Entenda o tema

- Até o dia 30 de novembro a ANEEL mantém disponível uma Consulta Pública para recolher contribuições sobre a proposta de Revisão da Resolução normativa nº 482/2012, que pode reduzir a economia de quem investe em geração de energia elétrica por meio de painéis solares.

- Os painéis fotovoltaicos geram determinada quantidade de energia. Tudo que não é consumido na residência, é “vendido” na rede. Esse excedente comercializado gera créditos ao consumidor que gera a energia. Esse crédito é utilizado em horários de baixa luminosidade, quando não há produção de energia por meio dos painéis. 

- Pela regra atual, quando a compensação ocorre na rede de baixa tensão, a residência que “vende energia na rede” não paga os custos de fornecimento no momento em que “recebe o crédito”. Ou seja, são utilizados 100% dos créditos. 

- Caso a alteração proposta pela Aneel entre em vigor, esse consumidor que gera a energia teria de pagar itens como a Tarifa de Uso do Sistema, para cobrir custos de utilização da rede. Representantes do setor avaliam que essa alteração significaria redução de até 60% na economia de quem gera energia.

 

Fonte: https://www.facebook.com/phamaenergiasrenovaveis/

Leia mais 
Luiz Paulo Hauth, presidente da Phama Energias Renováveis, representou hoje a Associação Gaúcha de Energia Solar (AGESOLAR) na Assembleia Legislativa.

O debate técnico organizado pelo deputado estadual Fabio Branco (presidente da frente parlamentar em defesa do setor produtivo da indústria gaúcha) reuniu representantes da secretaria estadual do meio ambiente e infraestrutura (SEMA), de Universidades, da Federação das Indústrias do Estado (FIERGS), da AGERGS, SINDIEOLICA e de empresas do setor de energia na geração distribuída para discutir a proposta de tarifação da energia solar pela ANEEL.

Leia mais